sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Feliz Natal!


Este ano, após a decisão familiar de não comprar prendas para os adultos, compreendo que foi a melhor opção que podíamos ter feito.

Inicialmente, pensei nessa opção por causa da crise, mas hoje, sinto-me liberta.

Estou livre de stresses, livre de obrigações, livre de consumismos, no que toca a prendas (muitas vezes inúteis).

O consumismo cá em casa tem sido só para o lado alimentar, mas ando aqui a pensar que se calhar comprou-se comida demais. Será?



O Natal deveria ser uma época mágica, mas cada vez vejo mais esta quadra como um sinónimo de gastar dinheiro, passar a véspera na cozinha rodeada de fritos, passar estes dias a comer e a engordar como um peru.

E o que me custa entender é que, sendo esta uma festa cristã (o nascimento do menino Jesus), como é que eu conheço uma data de ateus que celebram o Natal?

Outra coisa que me irrita é, porque é que só no Natal há peditórios por todo o lado?

E durante o ano?

Será que os mais carenciados só tem direito a solidariedade uma vez no ano?



Bolas, acho que a lista das reclamações já está a ficar muito grande.;P

Então aqui vai, desejo a todos os que por aqui passam um FELIZ NATAL!
Com muitas ou poucas ou nenhumas prendas no sapatinho, mas com uma mesinha farta (nada de estragar comida) e muito calor humano (não é esse calor que estão a pensar, malandros).


Feliz Natal pró menino...







E prá menina...





Isto é que é calor humano, ahahahahahahah!;)

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Onde investir a sua poupança?


Ontem estive a dar uma vista de olhos num livro sobre poupanças (que é como quem diz, estive no Continente a ler partes de um livro à borla).

Entre as muitas coisas que se podem fazer para poupar e que toda a gente já sabe, li, que para fazer o dinheiro crescer o ideal seria ter 2 contas online, pois os bancos online são os que têm melhores taxas, e fazer o dinheiro saltitar entre eles. O ideal seria optar pelo o que oferecer a melhor taxa no momento.

Deixou-me a pensar e resolvi pesquisar. Podem espreitar aqui.

Isto é muito bom para quem tem um dinheirinho de lado. Dinheiro parado não dá nada, por isso quem tem possibilidade pode fazer-lo crescer.

Há uma expressão que diz "dinheiro gera dinheiro" e no "poupar é que está o ganho".;)

Vamos lá pôr o dito a trabalhar para nós, eheh.

Quem ainda não tem um pezinho de meia, não tem que desanimar, toca a comprar um mealheiro (daqueles que só abrem com uma abre-latas) e começar a juntar, por pouco que seja, quem sabe quando o abrir não terá por aí uma agradável surpresa.

E então, alguém tem dinheiro numa conta online?

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Receita muito económica - iscas


Iscas, uma receita muito económica! Estas tem feijão verde em vez do tradicional bacalhau.

Já fiz com cogumelos e alho francês, ficam deliciosas.

Já disse várias vezes que não sou uma cozinheira por aí além, nem sei se a receita original é assim, mas vou dizer como as fiz.

Foi tudo a olhómetro, por isso não tenho medidas. Juntei o feijão verde com farinha, água, ovos e cebola até fazer uma papa. Depois fritei-as.

Assim fiz um prato económico, basta juntar o que tiverem em casa e usar a imaginação: delícias do mar, pimentos, alho francês,... é à escolha.

Bom apetite!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Lavar a loiça com meia pastilha - dica da leitora


Há algum tempo, a Paula M. disse-me, nos comentários, que meia pastilha para a máquina de lavar a loiça, por vezes, lava tão bem como uma.

Ui, eu tinha de experimentar!

A partir daí, tenho lavado sempre com meia pastilha, só uso uma inteira quando a loiça está mesmo suja.

Desde esse dia uma caixa de pastilhas começou a valer por duas.

Obrigada Paula M. e obrigada a todos os leitores que, com os seus comentários, me vão ajudando e ensinando a ser mais poupada.;)
Related Posts with Thumbnails