segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Voltei a fazer o orçamento doméstico!


Para mim é um desafio fazer o orçamento doméstico. Faço... desisto, torno a fazer... deixo-o a meio... é um tormento.

Não gosto, acho chato, mas a verdade é que é muito útil porque vemos para onde vai o nosso dinheiro.

Depois de ver este post da Joana Roque, resolvi tentar outra vez.

Comprei um caderno preto A5 e vou diariamente somando as despesas a lápis, no final do mês apago e coloco tudo a caneta.

Guardo sempre os talões das compras no porta-moedas para, no final do dia, ser mais fácil de me lembrar onde gastei e quanto.

Este mês consegui fazer o orçamento sem dificuldade. Realmente o caderninho veio facilitar a minha vida, principalmente neste momento em que ando a "estudar" onde posso poupar mais.;)

10 comentários:

ce. disse...

Olá :)
Já organizei o meu orçamento de várias formas e falharam sempre.
Desde há uns meses que apliquei a "técnica" dos envelopes e estou muito satisfeita.
Tenho uma conta de onde sai a casa, luz, agua, seguros...
Todas as despesas que possam ser feitas com dinheiro aplico esse método e é infalivel..
Espreita,
http://aproveitaravidaja.blogspot.com/2009/11/sistema-para-organizar-as-despesas.html

Bj

An@ disse...

Ai que estes orçamentos domésticos andam a dar connosco em doidas!

eh eh eh

Anda tudo a fazer contas à vida.
Tem que ser ... tem que ser

Beijokas
Boa semana

tania disse...

parabéns pela publicidade no jornal metro :)

Anónimo disse...

Olá.

Eu comecei por apontar num caderninho, depois passei para a folha de cálculo, por vezes auxilio-me do método dos envelopes e neste misto todo lá consegui organizar as contas...

Acho que o que resuta para uns pode não resultar para outros e por momentos também podemos ter mais vontade de realizar um método do que outro.

A ideia é conseguirmos amealhar e perceber onde estamos a dispender mais do que devíamos ou onde temos de cortar e aí só menos a nossa vontade de nos dedicar um pouco.

Por vezes correr melhor outros dias nem tanto porque andar com a carteira cheia de papéis ou com o bloco sempre atrás não é fácil...

No entanto as ferramentas como a lista de compras, os menus ajudam-nos imenso também a regular-nos e a poder usar um método como o dos envelopes.

Custa um pouco ao ínicio, posso dizer que demorei cerca de 3 meses até fazer o orçamento no caderninho, aí socorri-me do bloco, caneta e muitos papeís na carteira.

Depois utilizei o caderno durante 6 meses no qual fiz tabelas para o ano inteiro... e depois destes 6 meses utilizo um orçamento base com as despesas fixas e um determinado valor estipulado para alguns dos itens variáveis que seguem directos para um envelope.

:)

Ana Santos

Anónimo disse...

Eu no utilizo no Google Chrome e no meu telemóvel a aplicação, https://www.cashbasehq.com.
Aponto todas as minhas despesas e ganhos neste programa e no final de cada mês fico com uma visão clara de para onde vai o meu dinheiro.
Cheguei à conclusão que vale a pena ter um smartphone, seja com Android ou outro sistema operativo. No meu Android tenho uma aplicação para gerir as despesas com o carro, para além de me avisar das revisões e pagamento de impostos. Tenho também, uma plicação para quando vou às compras, à medida que coloco os produtos no carrinho, aponto no telemóvel e quando chego à caixa, o total tem que bater certo, senão...
Pessoalmente, prefiro usar a tecnologia.

eu e as minhas coisas disse...

Parabéns pelo blog!
Tb fazemos orçamento mas é o meu marido que trata disso :) ficou com esta pasta :) Está tudo em xls. muitas despesas são (quase) fixas e aí não há volta a dar, outras ficamos com valor tabelado (estou a tentar reduzir o supermercado); nessa simulação inicial sabemos logo qto dá para poupar e retiramos logo a poupança.

Mafalda S. disse...

É uma chatice, mas acredita que é um estímulo à poupança. Acabamos sempre por descobrir onde podemos poupar mais. Mas confesso que a mim também me custa fazê-lo.

Beijinho

Maria disse...

Oi, gosto do teu blog. Acho que também vou começar a fazer o orçamento domestico. assim fica-se a saber onde é que o dinheiro está sendo gasto. bjus.

Dama das Camélias disse...

Eu bem tento... juro. Mas com 700€ de ordenado, 3 pessoas, uma casa e um carro é muito complicado! Falta sempre.
Mas acho que tens uma boa técnica, e a dos envelopes é outra que utilizei durante muito tempo.

Beijocas e boas economias

Vanessa Casais disse...

Sofro do mesmo mal, mas como pago tudo com o cartão multibanco, por vezes servo-me do extracto. Por exemplo Às vezes sublinho no extractos as despesas de gasolina e somo, ou de supermercado.

Related Posts with Thumbnails