segunda-feira, 6 de junho de 2011

O orçamento


Desde que comecei a fazer o orçamento cá de casa em papel nunca consegui leva-lo a sério.

Pois é, um mês faço, outro não,...
A verdade é que é útil, muito útil, mas tão aborrecido de fazer que quase sempre falho.

Eu quero poupar dinheiro, mas não quero ser escrava de números.

Tomei uma decisão (pelo menos para já, ainda posso mudar de ideias), vou guardar as folhinhas do orçamento. Quero pensar 2 e 3 vezes (e 4 se for preciso) se realmente preciso disto ou daquilo e tentar gastar o menos possível, mas sem parecer uma contabilista.

A verdade é que ando sem paciência e quero DESCOMPLICAR. Quero tempo para mim, para a minha família, para ir à praia, para ir passear,... Neste momento preciso muuuiiiiiito de ser o mais prática possível.


O que realmente tem sido muito útil para mim e aconselho, é o que tenho visto em muitos blogues, pus em prática cá em casa e permite poupar e andar menos preocupada com "o que vou fazer para comer?", é o menu mensal.

Perde-se algum tempo, mas compramos quase tudo de uma vez e passamos o mês menos stressadas com as refeições. E como quase só comemos em casa quando estou de folga, num instantinho faço o menu (nos outros dias os meus Hominhos comem em casa da minha sogra).


Não quero dizer com isto que quem faz o orçamento deve deixar de fazer, nem pensar. Se conseguirem cumprir ainda melhor, acho o orçamento doméstico uma ferramenta muito importante. Só estou a partilhar a minha experiência, não sou uma expert em poupanças, sou uma aprendiza que muitas vezes falha, sou humana e neste momento só quero aproveitar o meu tempo que é tão precioso.

E vocês? Qual é a vossa opinião?

10 comentários:

Sarokas disse...

eu faço sempre orçamento mensal, há meses com mais e outros com menos despesas, e assim para não haver deslizes, prefiro fazer e ter tudo controladinho! ;)

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Confesso que quando casei comecei a fazer. entretanto assustei-me com o que via e desisti.
Fiquei com a sensação que gastava mais quando o fazia que depois de o fazer... pancadas!

Para mim fazer orçamento não dá mesmo. O importante mesmo é termos consciência que devemos poupar e não comprar tudo o que nos aparece à frente!

COMANDANTE LUNETA disse...

O meu é muito mais simples, daí ainda não ter desistido! Eu não conto papelinhos! Tenho uma tabela excel e lá coloco os vencimentos e no final do mês espreito os extractos de conta e cálculo o que foi gasto sem discrimina. A única coisa que discrimino é a renda da casa, pagamento de impostos, condomínio, água, luz e gás.
E confesso que fico sempre curiosa para ver se na tabela, no final do mês, diz que poupei mais do que ganhei e quanto!

Bjs

Nika disse...

olá!!!
é uma boa estratégia para poupar, fazer o orçamento....mas concordo com a expressão"não ficar escrava dos números"....poupar sim!!!!mas também viver!!!! :)
beijinhos

Dona de Casa disse...

Já tentei n vezes fazer as despensas do mês em excel, mas como tu nunca consigo manter essa boa prática muito tempo...
menús mensais, nunca tentei...

eu disse...

Tenho-me tornado fã do orçamento. Talvez porque não sou uma pessoa naturalmente muito organizada, sinto que sem essas ajudas me perco completamente! Mas claro, nestas coisas cada um(a) tem que encontrar a sua forma de se organizar.

An@ disse...

Olha ... estou nessa fase!
Não me apetece muito complicar e passar a vida a contar!!!

Tento ao máximo só comprar o necessário e pensar 2x: será que isto faz mesmo falta.

Preciso de tempo para mim e para o lazer com a família.

Isso no fundo é que nos cria estabilidade.

Beijos
Boa semana

Cláudia disse...

eu não faço nem nunca fiz. Tenho sempre as minhas contas muito bem feitas de memória. Sei exactamente se me "estiquei" mais sem sequer precisar fazer contas no papel. Sou muito regrada e como tu dizes, quando tenho tempo livre quero é aproveitá-lo e não estar a fazer de contabilista.

Lisa disse...

Eu tenho uma tabela em excel e todos os dias coloco os meus gastos. Não me sinto presa de papeis e aquilo calcula automaticamente se estou a exagerar ou não nos gastos e assim sei se posso cometer alguma extravagancia.
bjs

ocantinhodalucy disse...

Há uns 8 anos que controlo o orçamento com um excel, no ínicio era muito exaustivo o que me levou a alguns meses ficasse de lado. Por isso simplifiquei-o bastante. Tenho uma parte para as despesas fixas (empréstimo da casa, água, luz, gas...) e outra para as variáveis (saude, almoços...) e para as receitas (infelizmente é uma única linha... o ordenado). Consoante as despesas vão caindo na conta vou actualizando o excel que automaticamente vai fazendo as contas e consigo me aperceber do saldo e assim saber se posso comprar algo ou não.

bjs

Related Posts with Thumbnails